O problema da entrega

Clique aqui para ouvir esse artigo

Já notou uma coisa? Ninguém mais cumpre uma programação. Sempre ocorrem atrasos, mesmo que por questão de horas. Tudo que compramos com entrega agendada acaba chegando atrasado. Contratamos um prestador para fazer uma obra e a obra atrasa. Contratamos um sistema e a implantação segue um cronograma de 2 meses e também atrasa. Até responder um e-mail, que deveria ser simples, também atrasa. Inclusive a escrita deste texto que programei para um determinado dia foi concluída em atraso.


O problema é tão generalizado que nem nos afligimos mais, não nos importamos tanto mais com estas coisas. Porque será que isto acontece?


Estamos extremamente absorvidos por nossas atividades cotidianas e as novas que nos surgem a cada dia. Atualmente é quase impossível fazer uma programação e cumpri-la sem que sejam auto impostos sacrifícios. Diariamente surgem novos assuntos a nos envolver, novas ferramentas a aprender e novos conflitos a lidar.


Entretanto, se analisarmos a questão à fundo vamos concluir que tudo não passa de distração.


Distração da mais pura e simples forma.


A distração já é nossa rotina. Nos distraímos tanto, o tempo inteiro, que perdemos quase que totalmente nossa capacidade de foco no que precisa realmente ser feito. Se pensarmos mais profundamente sobre isto temo que possamos descobrir que o que realmente perdemos foi a capacidade definir o que precisa ser feito.


São tantas coisas feitas o tempo todo que, muitas vezes, parecem não ter proposito algum. Inclusive não falo aqui no sentido de propósito de vida (aquele que a maioria de nós busca em nossas vidas), mas falo em propósito do momento presente, ou seja, aquilo que estamos fazendo agora e porque o estamos fazendo.


Fazer algo que seja realmente necessário, que vá efetivamente gerar algum benefício ou resultado específico. Esta avaliação todos deveríamos fazer ao iniciar ou planejar um trabalho ou tarefa.


Somente quando temos esta intenção, que é de fazer o que realmente precisa ser feito, passamos a ter noção de prioridade e capacidade. Afinal o tempo é limitado.


E neste contexto, de tantas coisas despropositadas, não conseguimos sequer escolher uma ferramenta para usar em nosso planejamento, pois o tempo que vamos gastar analisando todas as “milhares” de opções que temos, vai atrasar a realização da tarefa em si.


O conceito de inovação, que veio para ajudar a nossa vida, acaba muitas vezes atrapalhando a essência do viver, pois está cada dia mais difícil passar de fase e entregar uma etapa. 

O ciclo do viver é experimentar, decidir, planejar, realizar e entregar. Seja lá o que for que precisamos fazer este é sempre o ciclo.


No meio deste processo encontramos tantas setas, tantas placas, tantas novidades, tanta inteligência (artificial ou não), tanto mecanismo, tanto protocolo, ou seja, tanta distração, que não conseguimos chegar sequer à metade do caminho.


Isto se confirma com qualquer um de nós. Te desafio agora a fazer uma avaliação na sua vida que fatalmente vai se deparar com alguma tarefa não concluída, algum projeto não entregue, algum plano que não saiu da cabeça e por aí vai. Não tem fim.


Não estou aqui dizendo que as ferramentas criadas para “facilitar” a nossa vida não são importantes. Longe de mim, até porque sou uma árdua usuária delas, mas estou falando que muitas vezes esquecemos o que de fato temos que fazer e perdemos nosso tempo com distrações. Pois tudo que nos tira do nosso caminho é distração.


A felicidade da vida está mesmo no caminho. Pois um objetivo, uma vez perto de ser atingido, já é substituído por outro e assim consecutivamente. Nós gostamos de realizar, de fazer, de criar. Estamos neste mundo para criar e criamos o tempo todo, conscientes disto ou não.


Por isto é tão importante identificar aquilo que nos paralisa e nos tira do caminho que escolhermos seguir. Se estamos fazendo escolhas conscientes, temos discernimento para quando estamos sendo atraídos por distrações. 


Faça isto, elimine as distrações e você se verá surpreendentemente mais produtivo, com mais tempo para você e assim poderá usar seu tempo verdadeiramente livre para se distrair com coisas que te divertem de verdade.


Com muito amor,

Valéria Effgen

Para onde estamos indo nesta vida
Anterior

Para onde estamos indo nesta vida

Deixe a revisão
Reflexões de uma apaixonada pela vida, pelo sentir...
Leia mais
A vida, os filmes e a vida!
Próximo

A vida, os filmes e a vida!

Deixe a revisão
O que vemos nem sempre é a realidade. Na maioria d...
Leia mais
Seja o primeiro a comentar
Construindo seu barco

Construindo seu barco

Deixe a revisão
Sobre tomar as rédeas da própria vida e se preparar para poder criar as opo...
Leia mais
Para onde estamos indo nesta vida

Para onde estamos indo nesta vida

Deixe a revisão
Reflexões de uma apaixonada pela vida, pelo sentir, pelo momento presente, ...
Leia mais
Reinventar é preciso

Reinventar é preciso

Deixe a revisão
Falando um pouco sobre as inquietações e dúvidas que, inevitavelmente, acom...
Leia mais
Empreender pode ser sua única saúda para a crise

Empreender pode ser sua única saúda para a crise

Deixe a revisão
Em todas as crises a única saída é o empreendedorismo. Independente de abri...
Leia mais
Minha lembrança da Pequena Alma

Minha lembrança da Pequena Alma

Deixe a revisão
A história que trago aqui hoje é linda, simples, singela e me fez chorar no...
Leia mais
Quando o corpo pede socorro!

Quando o corpo pede socorro!

Deixe a revisão
Entender os sinais do nosso corpo é fundamental para ter uma melhor qualida...
Leia mais
Deixe o rio correr para o mar

Deixe o rio correr para o mar

Deixe a revisão
Quando usamos as memórias de forma positiva funciona como refrigério e elas...
Leia mais
Nossos valores determinam nossas prioridades

Nossos valores determinam nossas prioridades

Deixe a revisão
Já parou para pensar em quais são seus valores? Eles certamente são a razão...
Leia mais
Estamos realmente ganhando a vida?

Estamos realmente ganhando a vida?

Deixe a revisão
Já parou para pensar sobre ganhar a vida? Será que o que aprendemos sobre ...
Leia mais