Você quer uma caixa de repolhos grátis?

Clique aqui para ouvir esse artigo

 

Vou te dar 50 repolhos de graça, você quer?

 

Diariamente somos bombardeados com promoções e apelos de venda para que compremos tudo o que se possa imaginar.

 

Vai desde fantasias de sereia até a máquina que tira a gordura do corpo pelo simples mergulho dos pés. Passa também pelos cursos de “aprenda tudo e fique independente de qualquer coisa” até “fique rico investindo apenas 30 reais mensais”.

 

A estratégia mais usada pelo marketing atual é dar algum benefício. Desde amostras grátis para experimentar o produto novo da padaria até minicurso com a solução “definitiva” para o seu problema que você nem sabia que tinha.

 

Estes recursos disparam um mecanismo que temos em nosso cérebro que é o da retribuição. Sempre que “ganhamos” alguma coisa de alguém, seja um favor ou um presente, ficamos logo ansiosos para dar algum agrado de volta e, em si tratando de empresas, nos sentimos impelidos a comprar ou a nos tomarmos clientes.

 

É por isto que quando você ganha um minicurso de brinde a informação mais valiosa e detalhada fica para o curso pago que será anunciado e oferecido a seguir,

 

O marketing batalha diariamente para criar necessidades em você.

 

Precisamos acordar para isto. Pois compramos mais do que precisamos e, normalmente, mais do que podemos pagar. As famílias estão endividadas, as cidades, os estados e até os países estão endividados também. Você sabia que a maior parte do dinheiro que circula em um país é baseado em títulos de dívida que o governo emite para que o investidor possa comprar e assim financiar suas atividades?

 

Sabe por que o marketing trabalha para criar necessidades em nós? Porque só assim se vendem os produtos supérfluos que são produzidos em série por fábricas automatizadas e que ninguém precisa realmente.

 

Nossas necessidades básicas são comer, vestir e morar. Assim nos mantemos vivos.

 

Precisamos reaprender o conceito de necessidade.

 

Vou citar um exemplo prático de uma pessoa que me mandou uma mensagem para eu avaliar uma maquininha de cartão que ele achou interessante. Era tudo de graça, sem taxas, sem aluguel, com tarifa para débito quase 20% mais barata que as demais (havia até uma tabela de comparação em um site muito bem feito).

 

A primeira coisa que perguntei é se ele precisava ter uma maquinha, ele respondeu “vai que?!” se eu vira precisar já estarei ciente das informações que preciso saber. Eu continuei a perguntar: Mas você precisa? Você faz vendas? Ele disse que atualmente não fazia vendas pela maquininha. Perguntei novamente se eu desse pra ele uma caixa com 5 repolhos ele ia querer. Recebi um sonoro não.

 

Pense: Para que gastar seu precioso tempo pesquisando sobre caixa de repolho se você não precisa e não vai de fato comprar?

 

Somos condicionados o tempo inteiro a agir sem pensar. O nosso inconsciente, o qual é responsável por mais de 90% das decisões que tomamos, age rápido para economizar nossa energia. Veja como funciona seu jeito de agir:

 

- Ele vem absorvendo informações aleatórias e guardando para que seja base para nossas decisões futuras;

- Ele não sabe o que é certo ou errado. Ele não faz julgamento de valor. Apenas age;

- Ele guarda suas reações aos fatos e eventos como matéria-prima para saber se está agindo certo ou não.

- Então este mecanismo faz o ciclo se repetir sempre.

 

É por isto que quem é viciado em compras só quer comprar cada dia mais. É por isso que um viciado em séries de tv começa logo uma nova quando acaba a antiga. É por isso que as crianças evoluem e repetem as atitudes quando as elogiamos. Isto é automatismo.

 

Mas este automatismo tem seus benefícios, lógico. É ele que nos faz agir rápido em uma situação de perigo, stress e muito mais, mas isto não é assunto para agora.

 

O fato é que, uma “ciência” chamada neuromarketing usa estes artifícios para fazer você comprar ainda mais, mas a sutileza está no seguinte: O marketing não está preocupado se você pode pagar, ele só quer saber de você comprar.

 

Afinal tem mais marketing atuando para te vender produtos para ajudá-lo a sair de dívidas, pegar empréstimos caros e refinanciar suas contas pagando juros exorbitantes.

 

Isto tudo existe para fazer com que o mundo continue sempre do jeito que está e garantir que nada vai mudar.

 

Pense: Você quer mesmo que tudo se perpetue como está?

 

Com muito amor,

Valéria

 

Seja o primeiro a comentar
Construindo seu barco

Construindo seu barco

Deixe a revisão
Sobre tomar as rédeas da própria vida e se preparar para poder criar as opo...
Leia mais
Para onde estamos indo nesta vida

Para onde estamos indo nesta vida

Deixe a revisão
Reflexões de uma apaixonada pela vida, pelo sentir, pelo momento presente, ...
Leia mais
Reinventar é preciso

Reinventar é preciso

Deixe a revisão
Falando um pouco sobre as inquietações e dúvidas que, inevitavelmente, acom...
Leia mais
Empreender pode ser sua única saúda para a crise

Empreender pode ser sua única saúda para a crise

Deixe a revisão
Em todas as crises a única saída é o empreendedorismo. Independente de abri...
Leia mais
Minha lembrança da Pequena Alma

Minha lembrança da Pequena Alma

Deixe a revisão
A história que trago aqui hoje é linda, simples, singela e me fez chorar no...
Leia mais
Quando o corpo pede socorro!

Quando o corpo pede socorro!

Deixe a revisão
Entender os sinais do nosso corpo é fundamental para ter uma melhor qualida...
Leia mais
Deixe o rio correr para o mar

Deixe o rio correr para o mar

Deixe a revisão
Quando usamos as memórias de forma positiva funciona como refrigério e elas...
Leia mais
Estamos realmente ganhando a vida?

Estamos realmente ganhando a vida?

Deixe a revisão
Já parou para pensar sobre ganhar a vida? Será que o que aprendemos sobre ...
Leia mais
Nossos valores determinam nossas prioridades

Nossos valores determinam nossas prioridades

Deixe a revisão
Já parou para pensar em quais são seus valores? Eles certamente são a razão...
Leia mais