O dinheiro não é a raiz de todo mal. É a fonte de toda liberdade!

Na cultura popular, uma grande quantidade pessoas acredita que o dinheiro não é uma coisa boa. Há até um ditado conhecido que diz que “o dinheiro é a raiz de todo mal”.


Neste contexto, algumas pessoas veem o incentivo ao trabalho e à riqueza como uma fonte de promoção do egoísmo - negligenciando o verdadeiro significado da vida, do altruísmo e da essência do ser.


Eu mesma tive um período da minha vida no qual eu recusei tudo que tinha a ver com geração de dinheiro e prosperidade. Porém comecei a perceber que estava indo por um caminho errado, pois ao escolher viver este período de privação estava criando deliberadamente uma realidade que não tem nada a ver com a natureza divina do meu ser que é a abundância e a plenitude.


Comecei a dedicar todos os meus esforços para derrubar aquelas crenças tão profundas relacionadas ao dinheiro. Consegui, por fim, substituir a crença por uma nova, na qual o dinheiro não é simplesmente um meio de enriquecimento pessoal. Ao contrário disso, o dinheiro é uma ferramenta que pode ser usada para cumprir o dever de cada pessoa para contribuir com o avanço da própria humanidade.


Claro, há que se considerar que, a busca egoísta de dinheiro por si só é uma meta vazia, mas a busca pela capacidade de realização que o dinheiro pode criar é uma das maiores responsabilidades da humanidade.


Quanto mais dinheiro uma pessoa possui, mais capacidade ela tem de mudar positivamente a vida de quem precisa.


Se você é pobre e de bom coração, mas a casa do seu amigo foi queimada em um incêndio acidental, você continuará sendo uma boa pessoa, mas não terá capacidade alguma para ajudar seu amigo com o que ele mais precisa - recursos.  Entretanto, se a mesma casa pegar fogo, mas você for rico e de bom coração, pode proporcionar para o seu amigo um lugar para ficar e, talvez, até uma nova casa, porque você tem mais do que o suficiente para você e pode destinar recursos para qualquer pessoa ao seu redor que precise.


Observe que a diferença aqui não é ser bom ou mal, nas duas situações a pessoa tem o coração bom, é generoso e altruísta. A diferença é ter ou não ter recursos, ou seja, dinheiro.


O dinheiro não tem sentimento, nem voz, nem alma. Ele não transforma ninguém em bom ou mal. Contudo a escolha entre fazer o bem ou o mal é decidida por aqueles que o usam.


Embora não tenha nenhum demérito em ser pobre, também não há virtude alguma na pobreza.


A celebração da pobreza tem suas raízes no egoísmo.


Uma pessoa pobre pode salvar uma vida, mas uma pessoa rica pode construir um hospital e salvar dez mil. Os pobres pouco podem fazer para ajudar os pobres, mas os ricos podem ajudar tantos quantos forem capazes.


Se uma pessoa é rica, ela tem a oportunidade de fazer o bem, mas se ela é pobre, ela não pode ajudar ninguém além de si mesma. Chegando até mesmo a ter que pedir ajuda em inúmeras situações.


A coisa mais valiosa que alguém pode fazer por si mesmo é sair em busca da prosperidade e a primeira coisa que precisa fazer para ingressar nesta estrada é amar e admirar quem já a percorreu, ou seja, os ricos.


O dinheiro é apenas papel e números que são negociados pelo tempo e esforço de uma pessoa, empresa, organização e até mesmo nação.


Portanto, se uma pessoa não tem dinheiro, ela pode, enquanto não possui o montante de troca, usar seu tempo e esforços para promover o avanço da humanidade, ou seja, neste caso seu tempo e esforços são equivalentes a seu dinheiro (seu poder de ação).


Enquanto o dinheiro não chega na sua vida, você não deve, em hipótese alguma, se lamentar por isto, pois isto só o afastará ainda mais, deve, contudo realizar ações positivas, as quais são de igual valor a quaisquer doações de caridade.


Outra coisa muito importante com relação ao dinheiro: Quanto maior a fortuna de uma pessoa, maior sua responsabilidade para com seus semelhantes. Como demostrada hierarquia social, aqueles com o maior poder podem fazer o maior bem para o maior número de pessoas abaixo deles.


Portanto, em última instância, quem não tem dinheiro ou foge de procurar meios para ganhá-lo, está abrindo mão, na verdade, da responsabilidade de participar da criação de um mundo melhor.


Corra em busca da riqueza e prosperidade. Releve-se ao mundo, procure crescer seu Ser e com isto, tudo que virá até você será instrumento de transformação positiva.


Seja próspero, seja feliz e faça o mundo mais feliz!

Seja o primeiro a comentar
Construindo seu barco

Construindo seu barco

Deixe a revisão
Sobre tomar as rédeas da própria vida e se preparar para poder criar as opo...
Leia mais
Para onde estamos indo nesta vida

Para onde estamos indo nesta vida

Deixe a revisão
Reflexões de uma apaixonada pela vida, pelo sentir, pelo momento presente, ...
Leia mais
Minha lembrança da Pequena Alma

Minha lembrança da Pequena Alma

Deixe a revisão
A história que trago aqui hoje é linda, simples, singela e me fez chorar no...
Leia mais
Reinventar é preciso

Reinventar é preciso

Deixe a revisão
Falando um pouco sobre as inquietações e dúvidas que, inevitavelmente, acom...
Leia mais
Empreender pode ser sua única saúda para a crise

Empreender pode ser sua única saúda para a crise

Deixe a revisão
Em todas as crises a única saída é o empreendedorismo. Independente de abri...
Leia mais
Quando o corpo pede socorro!

Quando o corpo pede socorro!

Deixe a revisão
Entender os sinais do nosso corpo é fundamental para ter uma melhor qualida...
Leia mais
Deixe o rio correr para o mar

Deixe o rio correr para o mar

Deixe a revisão
Quando usamos as memórias de forma positiva funciona como refrigério e elas...
Leia mais
Como saber se estou pensando ou apenas mantendo a mente ocupada?

Penso ou apenas mantendo a mente ocupada?

Deixe a revisão
Já notaram que quando a gente está super ocupado com alguma coisa e não tem...
Leia mais
Estamos realmente ganhando a vida?

Estamos realmente ganhando a vida?

Deixe a revisão
Já parou para pensar sobre ganhar a vida? Será que o que aprendemos sobre ...
Leia mais